sábado, 22 de setembro de 2012

É TEMPO DE ROSA

É tempo de Rosa
Ruthy Neves.


A negritude do meu quarto e do meu coração...
Mudou ao abrir a janela.
Vestida de preto para a festa negra e fechada dos meus dias...
Não vi o que acontecia lá fora.
A primavera chegou.
O meu jardim se modificou...
Está florido.
As rosas quase cobrem o verde.
O Sol surgiu...
A chuva caiu...
A natureza brilha.
Está revigorada.
Jogo o que é triste, e saio do casulo.
A minha vida também está renovada.
Vou vestir rosa agora.

Um comentário:

  1. Linda Poesia! Mas é possível, mesmo diante de qualquer adversidade (negritude) viver vestido de rosa [renovado (a)]... Não apenas na poesia... mas na vida real... Como??? A sociedade moderna planta o mal e quer colher bens (rosas): é mesquinha, egoísta, egocêntrica, busca a fama na forma do "custe o que custar" e se apresenta como anjo de luz, boazinha, misericordiosa... é um sepulcro caiada cheio de rapina e imundícia... é só nos analisarmos e vermos quem verdadeiramente somos, o que fazemos, o que plantamos... portanto, não se assuste com as respostas que temos recebido... perceber a beleza que existe numa poesia até certo ponto é fácil, criticar então, muito mais... pra vivermos essa felicidade precisamos viver o Amor, a Alegria, a Paz, a Longanimidade, a Benignidade, a Bondade, a Fidelidade e o Domínio Próprio... isso e deixar Jesus Cristo nortear nossas vidas... Vestir-se de Rosas! Viver na LUZ! Viver a PAZ do Senhor!

    ResponderExcluir