segunda-feira, 31 de outubro de 2011

UM PEQUENO GRÃO



Aparecido Donizetti Hernandez

- Reflexões -



O que somos, pra onde vamos, é o que todos queremos saber! Há teses e mais teses a respeito, mas vamos ver onde estamos... Estamos em Planeta que já destruiu a vida quando da Era Glacial. Por que a vida foi destruída!?

Será que não foi para uma nova espécie se desenvolver?... A espécie humana.

Há uma teoria que a terra tem o poder da metamorfose, poderá destruir quem tenta destruí-la para continuar na sua trajetória perene. Somos seres racionais e estamos ajudando de forma maior ou menor o nosso habitat ser destruído. A água que é fonte da vida poderá em poucos anos faltar. Mas aterramos um olho d’água sem a menor cerimônias – há, isso é insignificante! Não atentamos que um pequeno olho d’água faz parte de um grande complexo aqüífero.

Um minúsculo fio d’água é que forma o córrego, que forma o rio, que forma o Mar.

Nos indignamos quando vemos as imagens das grandes chaminés poluindo, quando vemos, de forma trágica, as geleiras derretendo.

Mas você já se indignou quando do seu lado, do lado de sua casa, minas d’água são aterradas... Com isso matando riachos e córregos.

Você já se indignou quando os pequenos e grandes rios, em especial das regiões densamente habitadas, transforma-se em condutores de esgoto; ou você é daquelas pessoas que querem vê-los fechados por concreto para não ver a verdadeira dimensão de sua poluição?

Há Leis ambientais que determinam sua preservação, mas somente são eficazes quando aplicadas e aplicadas a tempo. A preservação da vida humana está nas mãos dos próprios seres humanos, faça sua parte, mesmo que você ache que é um grão de areia nesse oceano. Acredite, as grandes obras e a natureza são feitas de peças microscópicas..



domingo, 30 de outubro de 2011

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

SEM PRISÃO

Sem prisão
Ruthy Neves



 Eu amo a vida sempre apesar das desilusões.
Muito mais agora... que achei a chave...
para abrir as amarras que me prendiam...
nesta prisão de antigos sonhos e paixões.
Sonhos que já não existem mais.
Quero o sentir, de mãos reais...
o gosto do beijo,
quente e apaixonado..
que me eram tão habituais.
Quero sentir o arrepio que a boca
ávida e saliente provoca no meu corpo.
Não este frio e gelado...arrepio...
que recebo das lembranças...
que também já se perderam no tempo...
causando agora também tantas indiferenças.
Colocarei tudo para fora...
o fogo, o desejo, a paixão....
esta amarga solidão...
sofrida até então.
E este amor ou apenas paixão...
porém... sem forma de prisão...
viveremos sem demora...
descobrindo juntos o prazer...
e o gozo desta nova união.



Taubaté-SP

terça-feira, 25 de outubro de 2011

NAS ÁGUAS DE AMARALINA

NAS ÁGUAS DE AMARALINA
Aparecido Donizetti Hernandez


Como o mundo me encanta
Quando ando pelas planícies,
Quando posso andar próximo
Às cachoeiras...

Poucas vezes tenho tempo,
Poucas vezes tenho a permissão,
Como amo a Terra!

À poucos dias caminhando,
Em lugar de linda mata,
Protegida por Xangô,
De rios com a mata ao seu redor.


Lá estavam três lindos anjos a brincar
Com a doce bruma das águas,
Nas águas de Amaralina,
Junto de Inhaçã,
Bem perto de Iemanjá!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

TEU OLHAR


Teu olhar
Delasnieve Daspet.

Na folha em branco,
Palavras escritas,
Em vermelho sangue, ferida!.

Na sepultura dos sonhos,
Enfrentando as lutas,
Deixo-me morrer
Frente a frente aos seus olhos,
Sem jamais te alcançar..

No azul das algas salgadas,
Nas tormentas e marés calmas,
Lá longe, castanho, severo,
Brilha o teu olhar!

DD _ Campo Grande, 20.12.10

 

domingo, 23 de outubro de 2011

TEU MAR

TEU MAR
Aparecido Donizetti Hernandez
23/10/2011 – 04h25

Que o Sol nasça para Iluminar a Terra,
Iluminando também nossa alma,
Levitando suavemente como a pluma ao vento,
Com meu velho barco,
levando me ao mar.
Busco incansavelmente o amor teu,
De minhas viagens não lhe trago as estrelas,
Mas lhe trago essa estrela do meu mar.

sábado, 22 de outubro de 2011

POETAS DEL MUNDO - EMBU DAS ARTES


Foto Digital: Embu das Artes Aparecido Donizetti Hernandez


sábado, 8 de outubro de 2011

SARAU DO DIA DO LIVRO -2011









Mãos
Aparecido Donizetti Hernandez



As mãos não prendem,

As mãos libertam.

Elas acariciam.

As mãos expressam

Em movimentos seu

Meigo olhar!