domingo, 25 de outubro de 2009

CANÁRIO-DA-TERRA


CANÁRIO-DA-TERRA


Nunca li suas cartas...
Sei que eram de dor de saudades...
Sentias falta das flores do cafezal.

Sentias falta de andar livre pelos prados...
Sentia falta de ver livre o canário - da - terra
A cantar...

Tristes cartas... não de mágoas, mas de saudades..
Saudades de almas que deixastes pra traz...
E d’uma alma em especial..que em pequeno corpo,
Passava o ano a te esperar!

Como sabia de seu amor pelo canto e
da beleza livre do canário - da - terra ,
Passava o ano a caçá-los;
Somente para em sua chegada vê-los livres
De novo a cantar.

Aparecido Donizetti Hernandez
25/outubro/2009
15h27

Nenhum comentário:

Postar um comentário