quarta-feira, 4 de novembro de 2009

FRANGMENTOS DA ALMA

Um gesto
Sim...Não...
Uma esperança.
Uma desilusão.
Um aperto de mão quente, gostoso,
frio, indiferente.
Um aperto de mão de namorados, é morno,
é afago.
Um aperto de mão nervoso,
assustado, fortuito é muito desenxabido.
Um aperto forte de mão eloquente, fraterno
demorado.
Aí está o amor no coração.


(Leopoldo Napoleão - Fragmentos da Alma)

Nenhum comentário:

Postar um comentário