sexta-feira, 30 de abril de 2010

MINHA TENDA

MINHA TENDA
Aparecido Donizetti Hernandez




Caminhos difíceis, decisões impossíveis,

Como posso viver sem ti, como posso viver contigo!

Procuro-a nas minhas lembranças...

Encontro-a em vagas memórias de tempos felizes,

Encontro-a em minha tenda, com seu vestido rodado.



Seu rosto, somente aparece de forma turva,

Tento te esquecer... Mas quero lembrar,

Lembrar dos tempos em que caminhávamos juntos,

Tempos em que cavalgamos lado a lado.



Quero te esquecer, preciso lembrar,

Lembrar da felicidade em te ver, em te ter.

Lembrar dos tempos que minha tenda era nosso abrigo,

Lembrar de seu vestido rodado, de seus brincos, seu sorriso,

De seu choro, de nossa alegria.



Quero te esquecer, não posso...

Fecho os olhos e seu rosto aparece de forma turva,

Meus olhos lembram suas curvas,

Meus dedos no ar tentam acariciar sua silueta turva,

Não me esqueço de suas curvas...


Lilian Andrade
grupo mahavidya

Nenhum comentário:

Postar um comentário