segunda-feira, 28 de maio de 2012

VERSÍCULOS (1)




Versículos (  1 )

Delasnieve Daspet

.
Dedilho o violão,
Ensaio uns passos de dança,
Minha parceria é comigo...
.
Ainda que caminhe muito tempo,
Pelas sinuosas estradas
Eu vou...
.
Quem é essa pessoa que vejo,
No reflexo que me olha?
O mar  reflete a  prata da lua, sou eu?!
.
Gargalho...
Rio ate doerem meus motivos...
Só o louco ri quando não há motivo de riso.
.
Minha cabeça está pesada,
Na claridade da luz
Que surge pela fenda da janela...
.
O passado...
Se reduz às cinzas
Da memória...
.
A esperança,
A espera,
Tão doce!
.
Deixo a razão de lado
Nada é racional,
Nada é normal.
.
As vezes não dá
Para sair do parapeito...
O recurso é pular!
.
Dormir,
Morte diária
Aos pedaços!

DD_ Campo Grande – MS, 05 de janeiro  de 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário