domingo, 15 de agosto de 2010

IMPREVISÃO

IMPREVISÃO
Basilina Pereira



Na frente do espelho conspiramos:
a imagem do outro lado nada revela.
A dor, se menor que o dia, resvala
por entre as raízes do silêncio
e a alegria que desprende da luz
embarca no carrossel de incertezas.
O rosto, casulo de enigma,
preserva o direito de sonhar:
que as utopias todas
escapam à previsão do tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário