quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

VOOS RAZANTES

VOOS RAZANTES
Aparecido Donizetti Hernandez
08/Dezembro/2010 - 17h06


Notívago como a coruja
Que dorme o dia com olhos abertos e atentos
E à noite sai a procurar...
- Voos razantes da ave de rapina que procura à noite ...

Vivo na noite, não na boêmia à procura de ti, de bar em bar,
Vivo na noite sempre à espreita de te encontrar...
Te encontrar nas madrugadas iluminadas de minha tela,
Te ver ao longe na proximidade da luz que te projeta...
Luz que transforma a distância em proximidade
De te ver e não poder te tocar.

Boêmia noite que me embriaga com seu sorriso e seu olhar,
Viajo à noite em voos razantes na imaginação de te tocar,
Me embriagando de seu sorriso e de seu olhar.

Vem o sol a iluminar ofuscando a luz que te projeta,
Te levando de novo à distância
Que somente a noite em notívaga boêmia
Trará de novo seu olhar


Nenhum comentário:

Postar um comentário