quinta-feira, 25 de março de 2010

Magia...

Magia…

Iara Melo



Vento gélido
Sopra descompassado
Amedrontada
Afugento medo desvairado
Entre lágrimas vencidas
Das noites mal dormidas,
Surge densa madrugada
Agasalhando-me enfim
No calor do teu abraço.
Envolta no regaço
dos teus braços
Viro-me pelo avesso
Jogo fora ensinamentos
Recalques e "pecados".
Madrugada,
já não és tão fria,
És cálida e ardia
Tal qual o amor
Que em mim radia.






***




Livro de Visitas





***
Copyright ©2004 - 2008 - Iara Melo Web Page
Todos os Direitos Reservados

Divulgação directa para o mundo Lusófono e Núcleos espalhados pelo Mundo
Presidentes, Minitros, Senadores, Deputados e vários países; Universidades, Institutos,
Liceus; Professores de vários níveis de ensino; entidades oficiais e particulares; etc.
51.172 e.mails autorizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário