quinta-feira, 28 de julho de 2011

HEI DE MORRER DE AMAR!

Hei de Morrer de Amar!
Luli Coutinho




Talvez esconda meus segredos
Assim fecho os olhos para dor
Quero em meus lamentos te supor
Nos meus avessos e torpor

Revelar em meu silêncio
Aqueles momentos de ilusão
Queimando o corpo de paixão
Em plena chuva de verão

Hei de morrer de amar!
Pois te amo além da saudade
Num desejo absoluto e verdade
Apascentar teu mar

Irreverente num sentir infinito
Deslumbrando decifrar o labirinto
Seguir a estrada, sorrir, vislumbrar
A chegada de um lugar bonito

Talvez sorrir de fazer chorar
Numa aventura e depois vibrar
Gritando ao mundo sem poder calar
Hei de morrer de amar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário