quarta-feira, 28 de setembro de 2011

SANTA CATARIA


A arte literária é consequência da própria vida, viver é a arte do inexplicável, das dúvidas e da esperança.

 
Aparecido Donizetti Hernandez



SANTA CATARINA



La na cidade de Roma
Houve um tempo uma donzela
Catarina se chamava;
Seu pai era perro moiro,
Sua mãe arrenegada.


Logo pela manhãzinha
Seu pai atormentava
Pra deixar a lei divina
E a da Moirama tomar


- Não posso ter outra lei
  Com Jesus estou desposada.

  Ao ouvir tal desengano
 Seu pai mandou fazer
Uma roda de navalhas,
Todas muito bem afiadas,
Meteu dentro um grande lobo
A ver se a roda rodava.

Começou a roda a rodar
E o lobo ao meio cortou,
Meteu dentro Catarina



Florestan Fernandes – Folclore e mudança social na cidade de são Paulo – 1979
                                   1979, editora vozes – Petrópolis -RJ




Marcas Poéticas - direito autoral de Aparecido Donizetti Hernandez
------------

Idéia Original: Lilian Regina de Andrade

Formatação : Aparecido Donizetti Hernandez










Nenhum comentário:

Postar um comentário