domingo, 18 de setembro de 2011

TURVA VISÃO




TURVA VISÃO
Aparecido Donizetti Hernandez

Tento afastar-me de ti,
Mas como afastar-me de ti?...
As tuas nítidas visões
São parte das minhas turvas visões...


Turvas visões de seu corpo translúcido,
Seu rosto alegre,
Seus lábios sorrindo...


Com teu rodado vestido sentada à grama
 Levanta-se ao meu encontro...
Não te encontro, não me encontro
Nem em nossos breves encontros...

Encontro-te nas minhas turvas visões,
Quando sei de suas nítidas visões
De nossos encontros em todas as vidas
E de nossos desencontros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário