sábado, 13 de outubro de 2012

POR QUÊ ACONTECEM AS COISAS?

 Por quê acontecem as coisas? 
 Delasnieve Daspet
Fonte: http://grupolunaeamigos.blogspot.com.br/2012/10/delasnieve-daspet-por-que-acontecem-as.html?spref=fb


.

A esta altura da vida
Quando já descobri o mundo,
Quando já perdi e ganhei,
Ainda pergunto: por quê?
.
Por quê acontecem as coisas
Que nem sempre pedimos ou queremos?
.
Ajo em função da realidade,
Da minha verdade, do meu querer,
Tento escolher os fatos,
Que quero ver acontecer.
.
Por quê não sigo reto?
Por quê ando pelos desvios,
Pego atalhos,
Olho vitrines,
Finjo ser turista?
Por quê esta fuga constante,
Por quê?

Busco o que não existe...
Quero a liberdade do vento,
Quero ser livre, graciosa, frágil,
Beija-flor na roseira da tarde,
Por quê?
.
Não se pode inverter os fatos
Quando se ama alguém
Se ama sem  prova...
É um acordo que se faz consigo,
Um acordo cerebral.
Então, porquê tantas questões me assaltam,
Me fazem questionar a existência e o meu  viver...
Por quê?

DD_Delasnieve Daspet - Campo GrandeMS - 20.11.02

Um comentário:

  1. Querido poeta!

    Belíssima postagem, um texto maravilhoso. Perdoa-me por não ter lhe visitado antes, não sabia como localizar seu blog. Já sou seu seguidor. Meus parabéns!
    Poeta Cigano - 14/10/2012

    http://carlosrimolo.blogspot.com

    ResponderExcluir