sexta-feira, 2 de março de 2012

PAZ


 
 
 
  P A ZEfigênia Coutinho
A P A Z que eu busquei, chegou
Em círculos, companheira, em sintonia,
Em paralelos que o pensamento gerou,
Mensageira da vida em harmonia
Trazendo ao mundo o sentido do amor!


A P A Z
que eu encontrei, harmonizou
Em romaria, o que ficou no coração
Com alegria, a esperança polinizou,
E vai suave com sua terna canção,
Onde nos céus alegorias desenhou!

A P A Z que está dentro de mim,
É bailarina nos sonhos duma dança
Em volta do luar, num ir e vir sem fim,
Voltando ao tempo e ser criança,
Ao som suave de um bandolim!


A P A Z, que agora sentido eu estou,
É para a alma uma musicalidadeQue um corpo noutro corpo repousou,
Num canto com tamanha suavidade,
Que a vida num só coro executou!

Balneário Camboriú
2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário