sexta-feira, 11 de junho de 2010

ADORMECER AMANDO




ADORMECER AMANDO
Marisa Cajado


Vou adormecer para encontrar contigo.
De mãos dadas ir pelos espaços,
Ao mormaço estelar dos astros,
Sentir de novo seu contato amigo.

Aurir a paz que o coração alcança,
No reencontro que o existir apura,
Para seguir adiante mais segura,
Sorvendo a água clara da esperança.

Feliz quem pode perceber a chama,
Ardendo n’ alma a crepitar ternura,
No coração em cor, tecendo gama.

Pois esta fonte cristalina e pura,
Só jorra, naquele ser que ama.
Se fez de Deus, eterna criatura.

Marisa Cajado/Cancioneiros do Infinito

Nenhum comentário:

Postar um comentário