domingo, 20 de junho de 2010

ARRANCADO DE MEUS BRAÇOS


ARRANCADO DE MEUS BRAÇOS
Aparecido Donizetti Hernandez





Aprendi a arte do comércio, das barganhas e das trocas,
Aprendi com meus ancestrais, faz parte de minha cultura.
Aprendi a arte de ser feliz,
Aprendi com meus ancestrais, faz parte de minha cultura.

Aprendi a fazer festas,
Aprendi com meus ancestrais, faz parte de minha cultura.
Aprendi a viver coletivamente em tendas
E tendo o Planeta como nosso, e a terra como nossa,
Não sendo somente minha,
Aprendi com meus ancestrais, faz parte de minha cultura.

Aprendi ser perseguido,
Aprendi com meus ancestrais, não faz parte de minha cultura...
Faz parte dos preconceitos
Cultivados há milênios, mais antigos, talvez, que minha cultura,
Faz parte da cultura dos intolerantes, que não compreendem minha cultura.

Aprendi a ver o futuro nas cartas,
Ler as linhas do destino nas mãos espalmadas,
Aprendi com meus ancestrais, faz parte de minha cultura.
Mas não aprendi com os intolerantes
A ter meu filho arrancado de meus braços...
Faz parte da cultura dos intolerantes.
Não faz parte de minha cultura!


Lilian Regina de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário