quinta-feira, 18 de agosto de 2011

LOUCO AMOR

LOUCO AMOR


Você me faz delirar
Transgredir regras
Esquecer o pudor
Viver intensamente
Cada minuto
Deste louco amor
Nossos corpos suados
Tem a sede da paixão
Alimentam-se da volúpia
Do tesão
Embevecem
Embriagam
Febris se entregam
Em momentos de loucuras
Sem medos
Nem segredos
Vivemos
A doçura
De cada momento
Deste despudorado
E apaixonante amor

Claudete Silveira
(Clau Poeta)
Julho/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário