terça-feira, 9 de agosto de 2011

UM DIA...

Um Dia...
Schyrlei Pinheiro


Saudade de mais um dia perdido,
por um instante vivido,
mesmo que sofrido
entre horas passadas.
Ninguém mudará o ontem,
que se fez presente
no hoje desperto,
que podemos ouvir cantar,
convidando a vida
para brindar um amanhã
que, sem saber,
pode esquecer de tudo,
menos de renascer,
e tentar mudar
o antes de acabar,
pontuando seu fim.
O tempo tem hora marcada
para refletir a luz das estrelas,
brilhando sempre, sem cessar
no distante espaço vazio,
determinando eternamente
quem verá mais um dia nascer,
e se perder nas sombras
do fogo que arde, ou, na fumaça
que o vento sopra, e apaga,
deixando sob cinzas,
os rastros marcados
sobre o chão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário