quinta-feira, 29 de julho de 2010

DESTINO

Destino
Delasnieve Daspet



.
Não conhecemos o destino,
Mas é forçoso termos um
Destino qualquer.
.
Tudo que nasce,
Que existe, que vive, funciona,
Morre e renasce para a harmonia do universo.
.
Tudo se transforma...
Parecem morrer a fim de renascer.
.
Amanhã já não seremos,
Nada, além de uma palavra
Que ninguém pronunciará...
.
Gosto ocre de se sentir só,
Perene solidão!
DD_Campo Grande-MS, 06.07.2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário