quarta-feira, 21 de julho de 2010

LUX ET LUX

A arte literária é consequência da própria vida, viver é a arte do inexplicável, das dúvidas e da esperança.

Aparecido Donizetti Hernandez


"LUX ET LUX"
Lairton Trovão de Andrade



Há dois mil anos brilha imensa Luz,
Gerada pela própria Eternidade;
O sacrossanto lume é Deus - Jesus,
Revestido com nossa humanidade.

Encarnou-se o Deus Onipotente
No seio puro e virgem de Maria;
Sem essa humildade complacente
O Homem-Deus jamais nos nasceria.

O homem orgulhoso a si se induz,
Fala em Jesus e finge amar Maria;
A santa encarnação nos deu Jesus,
- Sem a Mulher, do mundo o que seria?!

Como consegue alguém amar Jesus,
Se não amar a Virgem Mãe, Maria?
Se Jesus é razão plena da Luz,
Maria é da Luz santa poesia.

Homens de fé mostarda. amem Maria!
Não receiem o ciúme de Jesus!
Sem Maria, Jesus nunca seria
O Sal da Terra - nem do mundo a Luz.

Presta agora atenção, amigo, e vê:
Quem do mundo sua mãe não amaria?
Pois, se muito Jesus ama a você,
Mais ainda deve Ele amar Maria.




Marcas Poéticas - direito autoral de Aparecido Donizetti Hernandez


------------

Lilian Regina de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário